terça-feira, fevereiro 23

An Education

An Education - Uma outra Educação conta a história de uma rapariga com o nome de Jenny de 16 anos, com duas opções de vida, na primeiro poderá ir para Oxford estudar e tornar-se uma mulher aborrecida como todas as outras, na segunda poderá ter uma vida animada e "dandy" a ouvir boa música e a comer boa comida ao lado do seu "teddy boy".

A história é já em si bastante interessante e colocada lado a lado diversão e dever, leva-nos a viajar pelas escolhas que fazemos e as suas consequências. o argumento é poderoso, fascinante, envolvente e ao mesmo tempo terno, que combinado com os brilhantes actores torna este filme uma obra prima britânica! British movies are the best!

Peter Sarsgaard foi muito bem escolhido, fez uma maravilhosa interpretação ao lado de Carey Mulligan, também ela fantástica e merecedora de Óscar, apesar de ainda ser muito nova em comparação com as restantes candidatas. Devo salientar que este deve ser o único papel em que posso elogiar Dominic Cooper.

O Guarda-Roupa muito "French" misturado com "London Style" é genial. Os cenários e paisagens são deslumbrantes.

O final é magnífico, a escolha entre a felicidade leviana e o dever, entre o que é socialmente correcto e aceitável e o que é moralmente incorrecto.
Simples mas absolutamente brilhante!

terça-feira, fevereiro 16

Prematuras considerações sobre os Óscares

Primeiro gostaria de salientar a diferença entre o que eu acho que vai ganhar e o eu preferia que ganhasse, vou ter por base esta distinção ao longo do texto (expresso em items):

Melhores Efeitos Visuais: Expectativas vão obviamente para Avatar

Melhor Montagem de Som: Gostaria que estivesse guardado para Inglourious Basterds mas acho que vai para Star Treck ou Avatar

Melhor Mistura de Som: Mesma opinião que na categoria anterior

Melhor Caracterização: Star Treck

Melhor Guarda-Roupa: Gostaria que fosse para Bright Star no entanto acho que vai para Coco Avant Channel

Melhor Canção: Princesa e o Sapo "Almost There" (que se perde na tradução para Português)

Melhor Banda Sonora: Avatar

Melhor Motagem: Categoria que me deixa uma grande margem de dúvidas... Entre Inglourious Basterds, District 9 e menos provável Avatar (isto porque arrasará com as categorias de técnica sonora e visual)

Melhor Direcção Artistica: Sem margem para dúvidas Avatar

Melhor Filme de Língua Não Inglesa: Na minha hulmide opinião deveria ir para o filme francês Um Profeta no entanto como não vi Ajami não lanço apostas

Melhor Filme de Animação: UP, embora eu considere que a Princesa e o Sapo ou Coraline mereciam mais a estatueta

Melhor Argumento Original: Acho que ganhará Serious Man, é também o que é o mais justo

Melhor Argumento Adaptado: Precious, embora eu preferisse An Education

Categorias mais "conhecidas":

Melhor Actriz Secundária: Mo'nique (Precious) embora Vera Famiga (Up in the Air) seja aquela que mais merece a estatueta

Melhor Actor Secundário: Christophe Waltz (Inglourious Basterds) todavia preferia sem qualquer sombra de dúvida Matt Damon (Invictus)

Melhor Actriz Principal: Sandra Bullock (The Blind Side), mas tenho sérias dúvidas em relação a esta categoria pois temos em competição Helen Mirren e Meryl Streep as duas rainhas da arte de representar!

Melhor Realização: James Cameron (Avatar)

MELHOR FILME: Vou deixar o suspense no ar!

Na minha opinião Avatar terá poucas hipóteses, ou pelo menos deveria ter, devido ao fraco argumento, acho que foi o pecado mortal de Cameron, no entanto esperemos para ver.
As mais ridículas nomeações são Up e The Blind Side, não percebo o porquê destas.
Desde o ano 2005 que não faço apostas quanto ao melhor filme porque Crash, o vencedor desse ano, era na minha opinião o filme mais fraco em competição e com o tema mais superficial e mais abordado e no entanto venceu, o que eu considerei injusto. Existe uma grande muralha chinesa entre o que para nós é bom cinema e o que a academia considera ser, visto que todos os anos ganham filmes que não deveriam ganhar e actores que não deveriam vencer, portanto nesta categoria não faço comentários para além dos anteriores.
Gostaria de salientar que acho uma vergonha o que aconteceu no ano 2007 em que não convidaram o Mr. Clint Eastwood para os Óscares e também o que se passou este ano, o facto de Invictus não ter uma nomeação para melhor filme e/ou para melhor argumento visto que na minha opinião foi o melhor deste ano.

http://www.youtube.com/watch?v=-d5-s-9HuQo

Valentine´s Day


Dia da São Valentim um martírio para uns e uma grande alegria para outros. Este é o tipo de filme que qualquer pessoa pode ver casados, comprometidos, divorciados, solteiros e viúvos.
Como se trata de uma comédia romântica o diálogo tem de ser simples e apetecível, engraçado sem ser exagerado, e acho que o argumentista deste filme (cujo nome não me recordo) conseguiu juntar todos estes ingredientes.
As interpretações são engraçadas no entanto na minha opinião houve desilusões, considero que a Julia Roberts tenho sido a pior delas todas, depois de incorporar diversas personagens do género como Nothing Hill ou O Casamento do Meu Melhor Amigo, esta actriz tinha muito mais para revelar dou os meus parabéns a Asthon Kutcher (um veterano do género) e claro Jamie Fox, tenho pena que não tenham convidado o britânico Hugh Grant! No entanto gostei da mistura que se faz de veteranos com aprendizes, acho que equilibra a balança.
Tenho pena que tenham realizado este filme com diversas e abismais semelhaças a Love Actually (O Amor Acontece), que na minha humilde opinião é melhor, talvez por ter sido o primeiro e ter um cheiro de comédia britânica, falo obviamente de Colin Firth, Alan Rickman e Hugh Grant.
Gosto da "ignorância da realidade" que o filme transmite e o profundo mergulho que ao mesmo tempo se faz ao amor incontrolavelmente e incontornavelmente real!
Engraçado para quem gosta do género mas não aconselhável para quem viu Love Actually, continou a defender que a comédia romântica Britânica é melhor do que a Americana!

quinta-feira, fevereiro 11

Nine

Inicio este texto com sérias dúvidas do que irei escrever.
Rob Marshall realizou Chicago uma obra-prima entre os musicais do cinema... há que referir que Nine não é um deles.
O argumento é no mínimo interessante, a história e o elenco brilhantes mas, a questão é que tudo isto poderia ter resultado muito melhor do que aquilo que se verificou.
Daniel Day Lewis é (como sempre) o melhor actor em cena deste filme, muito bem acompanhado por Judi Dench, Marion Cottilard e Sophia Loren, no entanto, considero que as restantes actrizes nomeadamente Nicole Kidman, Fergie e Kate Hudson estiveram abaixo das espectativas. Quanto a Penelope Cruz não percebo a sua nomeação para Oscar!
Tenho que referir que a banda sonora é muito fraca pois considero que se poderia fazer muito mais e muito melhor do que aquilo que se verificou, no entanto a actuação de Kate Hudson e Fergie foi muito interessante, o mesmo não poderei dizer de Nicole Kidman, que se revelou totalmente desenquadrada e pouco envolvente.
O Final é extremamente interessante visto que deixa o espectador melancólico e pensativo. A intenção de Marshall é excelente, o resultado é que não foi o mais esperado. Acho que não haveria melhor pessoa a quem deveria ser incumbida a missão de realizar este filme no entanto e como já referi repetidamente todo este talento e expectativa foi abalado.

Também considero que a culpa de tal desabamento de expectativas se deve ao espectador, nós que visualizamos filmes "over and over" criamos demasiadas expectativas quando vemos uma mão cheia de estrelas, e por vezes acabamos desiludidos.

No entanto, adorei a interpretação de Daniel Day Lewis envolve-nos ao ponto de nos levar à loucura que a personagem sente. As suas actuações foram espectaculares, apesar de ter desafinado um pouco, mas como é Day Lewis conseguiu dar a volta à situação!

Invictus


Como fazer um filme? Certamente muitos realizadores ficariam a soluçar sem uma resposta, o que não é caso de Clint Eastwood!
Este Gentleman sabe como fazer um filme, este senhor tem noção dos ingredientes que um filme precisa para ser "divine"!

Começemos por comentar o poderosíssimo argumento que nos envolve do principio ao fim que nos arrepia até à espinha (no bom sentido é claro), qualquer pessoa que se atreva a ver este filme sairá com toda a certeza com uma noção de cinema muito diferente do que aquela com que chegou à sala!
As interpretações de Damon e Freeman são uma maravilha para aqueles que apreciam bom cinema, ou não seriam eles os nomeados para os Óscares deste ano!
Nem vamos falar da banda sonora que acompanhada com o belissimo argumento tornam o filme um encanto tanto cinematográfico como desportivo.
Saliento que o título foi magistralmente bem escolhido, melhor do que aquele que foi seleccionado inicialmente!

Este filme foi dos poucos que vi este ano que me deixou sem palavras sem reacção e completamente fascinada com a mestria de Clint Eastwood! É sem dúvida uma obra prima!

Monsier Eastwood you did it again!

Alice in Wondeland

Aqui começa a contagem decrescente para um dos filmes mais esperados do ano 2010!



terça-feira, fevereiro 2

Nomeações para os Oscares 2010

MELHOR FILME
Avatar
The Blind Side
District 9
An Education
The Hurt Locker
Up in the Air
Precious
Inglourious Basterds
Serious Man
Up

MELHOR REALIZAÇÃO
James Cameron (Avatar)
Kathryn Bigelow (The Hurt Locker)
Quentin Tarantino (Inglourious Basterds)
Jason Reitman (Nas Nuvens)
Lee Daniels (Precious)

MELHOR ACTOR PRINCIPAL
Jeff Bridges (Crazy Heart)
George Clooney (Up in the Air)
Colin Firth (Um Homem Singular)
Morgan Freeman (Invictus)
Jeremy Renner (The Hurt Locker)

MELHOR ACTRIZ PRINCIPAL
Sandra Bullock (The Blind Side)
Helen Mirren (The Last Station)
Carey Mulligan (An Education)
Gabourey Sidibe (Precious)
Meryl Streep (Julie & Julia)

MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO
Matt Damon (Invictus)
Woody Harrelson (The Messenger)
Christopher Plummer (The Last Station)
Stanley Tucci (Visto do Céu)
Christoph Waltz (Inglourious Basterds)

MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA
Penelope Cruz (Nine)
Vera Farmiga (Up in the Air)
Maggie Gyllenhaal (Crazy Heart)
Anna Kendrick (Up in the Air)
Mo`Nique (Precious)

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL
Mark Boal (The Hurt Locker)
Oren Moverman (The Messenger)
Quentin Tarantino (Inglourious Basterds)
Joel e Ethan Coen (A Serious Man)
Bob Peterson e Pete Docter (Up)

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO
Neill Blomkamp e Terri Tatchell (District 9)
Nick Hornby (An Education)
Jesse Armstrong, Simon Blackwell, Armando Iannucci e Tony Roche (In the Loop)
Jason Reitman e Sheldon Turner (Up in the Air)
Geoffrey Fletcher (Precious)

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO
Coraline
The Fantastic Mr. Fox
A Princesa e o Sapo
The Secret of Kells
Up

MELHOR FILME EM LÍNGUA NÃO-INGLESA
Um Profeta (França)
O Laço Branco (Alemanha)
The Milk of Sorrow (Peru)
El Secreto de Sus Ojos (Argentina)
Ajami (Israel)

MELHOR DIRECÇÃO ARTÍSTICA
Avatar
The Imaginarium of Doctor Parnassus
O Jovem Vitória
Nine
Sherlock Holmes

FOTOGRAFIA
Avatar
The Hurt Locker
Harry Potter e o Príncipe Misterioso
Inglourious Basterds
O Laço Branco

MELHOR MONTAGEM
Avatar
District 9
Estado de Guerra
Precious
Inglourious Basterds

BANDA SONORA
Avatar
The Hurt Locker
The Fantastic Mr. Fox
Sherlock Holmes
Up

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
Crazy Heart ("The Weary Kind")
Nine ("Take It All")
Paris 36 ("Loin de Paname")
A Princesa e o Sapo ("Almost There")
A Princesa e o Sapo ("Down in New Orleans")

MELHOR GUARDA-ROUPA
Bright Star
Coco Avant Chanel
A Jovem Vitória
The Imaginarium of Doctor Parnassus
Nine

MELHOR CARACTERIZAÇÃO
Il Divo — A Vida Espectacular de Giulio Andreotti
A Jovem Vitória
Star Trek

MELHOR MISTURA DE SOM
Avatar
The Hurt Locker
Inglourious Basterds
Star Trek
Transformers 2

MELHOR MONTAGEM DE SOM
Avatar
The Hurt Locker
Inglourious Basterds
Star Trek
Up

MELHORES EFEITOS VISUAIS
Avatar
District 9
Star Trek

MELHOR DOCUMENTÁRIO
Burma VJ
The Cove - A Baía da Vergonha
Food, Inc.
The Most Dangerous Man in America: Daniel Ellsberg and the Pentagon Papers
Which Way Home

MELHOR DOCUMENTÁRIO (curta-metragem)
China’s Unnatural Disaster: The Tears of Sichuan Province
The Last Campaign of Governor Booth Gardner
The Last Truck: Closing of a GM Plant
Music by Prudence
Rabbit à la Berlin

MELHOR CURTA-METRAGEM
The Door
Instead of Abracadabra
Kavi
Miracle Fish
The New Tenants

MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO
French Roast
Granny O’Grimm’s Sleeping Beauty
La Dama y la Muerte
Logorama
A Matter of Loaf and Death

(informação retirada de www.cinema2000.pt & www.oscars.org)

Grandes supresas?! Nem por isso retirando a nomeção de Penelope Cruz para oscar de melhor actriz secundária e Maggie Gyllenhaal também para a mesma categoria, não esperava a nomeação de The Blind Side e Distrito 9, apesar de já ter lido acerca da possivel nomeação do segundo.
As mais óbvias nomeações são as de Avatar, James Cameron obviamente e também Quentin Tarantino!

Gostaria de revelar o meu especial carinho por Avatar na esperança que não aconteça o mesmo que aconteceu com The Curious Case of Benjamin Button o ano passado, que arrecadou 13 nomeações e só ganhou 2 óscares, foi o grande derrotado da noite do ano passado!

No entanto, e apesar do meu carinho por Avatar, não creio nem tenho esperanças que este receba o oscar de melhor filme, contudo espero ser supreendida!

Saudações e abraços cinéfilos!